Saturday, May 30, 2009

Sete Rei da Lira - 1971



Sete Rei da Lira - LP - Odeon - 1971

01.Saravá a Coroa Maior; 02.Sete na Lira; 03.Guardião dos Caminhos; 04.A Casa de Seu Sete; 05. É prá quem tem fé; 06. Sete é protetor; 07.Rosa Vermelha; 08.Rei da Lira; 09.As quatro cordas; 10.Estrela de Audara Maria; 11.Audara Maria do Ricó; 12.Dona Audara Edimum;

A Mãe de Santo Cacilda de Assis foi um dos médiuns mais polêmicos da história da religião brasileira, graças ao Exu que lhe assistia. Aos 13 anos de idade recebeu pela primeira vez o "Seu" Sete Rei da Lira, o qual foi assentado em 13 de junho de 1938, aos 15 anos, quando Cacilda recebeu sua iniciação de seu Pai, Benedito Galdino do Congo, em Coroa Grande, próximo da conhecidíssima Itacuruçá, no Rio de Janeiro (local onde funcionou um outro importantíssimo terreiro da história das religiões brasileiras). Ela também trabalhava com a Pomba Gira Audara Maria.



Mãe Cacilda de Assis em seu programa de rádio



O Rei da Lira se apresenta como Exu, muito embora suas características originais o liguem mais ao mundo da encantaria, onde é conhecido como Sete Rei da Lira, José das Sete Liras ou o Rei das Sete Liras. Poucos conhecem a sua história como encantado, que começa na Idade Média e vai até a sua reencarnação no século dezenove. Na Espanha Medieval, havia um casal: Caio e Zelinda. Caio era um descendente de gregos, que tocava e fabricava instrumentos musicais, especialmente liras. Zelinda era uma bela negra africana, que escondida dos poderosos da época, fazia rituais mágicos.





Tiveram um filho chamado José, que era muito inteligente e tocava instrumentos como ninguém. O garoto herdou do pai o gosto para tocar e fabricar liras, das quais construía 7 diferentes modelos. Da mãe herdou os poderes paranormais: curava pessoas doentes, movia objetos com o olhar, tinha sonhos premonitórios, via a aura das pessoas etc. Na adolescência, conta a lenda que o garoto passou a incorporar espíritos enquanto tocava e uma destas almas seria a do bíblico Rei Davi. Por fazer muito sucesso com as mulheres, um marido ciumento entregou-o para os representantes da igreja, acusando José das Sete Liras de bruxaria. Foi queimado na fogueira pela Inquisição.





Seu Sete da lira trabalhando



A fama do Exu Sete Rei da Lira que baixava em Mãe Cacilda começou a crescer rapidamente devido à característica inusitada de suas giras - onde todo tipo de música poderia ser cantada e tocada - e no uso impressionante da ingestão de vários litros e litros de "marafo", além da roupa ritualística bordada em veludo preto, botas, capas e cartola. Quem presenciou a manifestação deste espírito se impressionou com o magnetismo e com a capacidade de movimentação das pessoas que acorriam ao seu templo, em Santíssimo, um bairro do Rio de Janeiro. Corriam as notícias de boca a boca, dos casos de cura de doenças gravíssimas etc e rapidamente a gira de seu Sete chegou à marca impressionante de mais de cinco mil pessoas por rito.



Compositora e escritora, Mãe Cacilda tinha um programa na Rádio Metropolitana de Inhaúma e o caso é que a fama de seu 7 se espalhou tanto que artistas como Tim Maia, Freddie Mercury e o grupo Kiss estiveram por lá sabe-se lá por qual razão, até que um dia alguém foi até o terreiro e desafiou o Exu a baixar em rede nacional. Ao contrário do que se esperava, o seu Sete concordou e foi aí que o "dendê ferveu"!





Fotos das milhares de pessoas que acorriam ao templo de seu Sete da Lira. Olhe bem e descubra onde está o Exu!



Eu me lembro bem do fato, pois todo mundo comentou: foi em 1971, eu tinha 5 anos e me é inesquecível o sotaque de uma portuguesa da vila em que eu morava no bairro do bexiga em sampa, agressiva e transtornada, ao comentar: "Um ab'surdo, c'mo deixaram um d'mônio daq'les b'xar no p'grama do Ch'crinha?? Viram o que el' fêx?? A revolta da mulher, católica radical (ainda não existiam os neopentecostais que mais tarde se aproveitariam do mesmo tipo de discurso), era acompanhada de uma credulidade não assumida: "T'do bem, o santo baixou em todo mundo, isso realmente é difícil de explicar, mashhhh..."





Seu Sete da Lira no programa "Flávio Cavalcanti"



Incorporada pelo Exu "Seu" 7 Rei da Lira Cacilda havia transformado os programas de Chacrinha e Flávio Cavalcanti num verdadeiro ritual de Kimbanda, daqueles mais bravos. Não se questiona aqui a veracidade da presença do Exu naqueles momentos, ou se é válido esse tipo de exposição ou de manifestação em público, mas há a verdade inquestionável de que algum poder realmente tomou conta das pessoas naqueles programas, pois platéia, cantores, assistentes de câmera, seguranças, contrarregras e outros entraram em transe, desmaiaram ou foram "mediunizados" por exus e outras entidades.



Inabalável, seu Sete da Lira após "tocar a macumba" no programa de Flávio Cavalcanti, sem desincorporar saiu de carro dos estúdios da TV Tupi acompanhado por seus cambonos e foi até os estúdios da Rede Globo no programa do Chacrinha e nem bem entrou no palco, o mesmo fenômeno aconteceu: Chacretes, músicos, diretores e outros entraram em transe.



O próprio Chacrinha, o rei da caricatura e da esbórnia ficou sem ação, conforme o relato do professor universitário Paulo Duarte: "(...) me causou espanto, assistir, há dias àquele espetáculo de 'Seu Sete', apresentado como se fosse um retrato do Brasil: uma 'mandingueira' de cartola e charuto, espargindo cachaça pela multidão em transe, como um sacerdote o faz com água benta. Um adolescente entrou para colaborar, quando foi 'tomado' diante da Mãe de Santo. Esta, que já bebera em público largos goles de pinga, esborrifou-lhe o rosto com um pouco da bebida, aos efeitos mágicos da qual o moleque voltou à razão em meio ao alvoroço da multidão, sob o patrocínio de um Chacrinha mais inconsciente que legítimo".


Reportagem na revista "Amiga" de 1970, sobre seu 7 da lira (Cortesia do irmão Maleronka!)


Na Censura Federal centenas de telefonemas de protestos e de narrativas de pessoas que haviam entrado em transe em suas casas entupiram as centrais telefônicas, a Igreja Católica constrangida reuniu sua cúria para debater o problema e a concessão das duas emissoras de TV quase foram suspensas pelo governo, alegando a defesa da "moralidade" e dos "bons costumes".


Na verdade, o que podemos concluir é que a Umbanda e as religiões afrobrasileiras fazem parte de uma parcela do imaginário brasileiro - principalmente a Kimbanda - que se for colocada à mostra em sua totalidade, pode gerar efeitos inesperados no senso comum e padrão das classes sociais e religiosas acomodadas, pois raramente se viu na história da cultura brasileira a religiosidade das classes subalternas manifestar-se de modo tão expontâneo e incontrolável e ainda, em escala nacional, como foi feito pelo Sr. Exu da Lira e só por ele, sozinho!


Uma das últimas fotos de Cacilda de Assis mediunizada... paradeiro????



Pela primeira vez na história do país, cujo Estado e cujas classes dirigentes desfiam ao longo dos tempos uma compreensão e narrativa eurocêntrica sobre si mesmos, a sociedade brasileira se viu obrigada e se olhar no espelho tão profundamente que não aguentou se ver tão frágil e desnuda frente aos efeitos do trabalho de um Exu Guardião. E as reações subsequentes revelaram ainda posicionamentos elitistas arraigados nas velhas estruturas de dominação e da luta de classes no plano das representações simbólicas. Entre o próprio povo do santo a coisa se dividiu: em conversa com nosso querido amigo, o pai Pedro Miranda, esse nos relatou que certas "cúpulas" umbandistas da época recusaram-se a tentar entender o fenômeno "da Lira" e também tentaram abafar o caso...


Mas o evento mais grave e interessante aconteceria longe, no centro do poder: estavam assistindo aos programas o então presidente Médici e sua esposa D. Cyla. Indignado, o general iria tomar algumas "providências" contra Mãe Cacilda, quando, subitamente, ao seu lado, D. Cyla, incorporada, dá uma sonora gargalhada, pede uma rosa, uma champanhe e diz pro presidente não mexer com quem não podia...


Bastidores do Brasil... bastidores da Kimbanda...


Ao sr. Sete Rei da Lira: Mojubá Exu!!

Para ouvir a faixa 10, "A estrela de Audara Maria", com a participação do próprio Exu Sete da Lira, clique abaixo:

28 comments:

ayomumbanda said...

olá irmão ...bom esse episódio do 7 foi fantástico rsrsrs , um abraços

ah gostei da foto ... axo que estou nela tbem ...
teria mais algumas delas?
araços

Anonymous said...

SOU VIZINHO DO CENTRO DE UMBANDA SEU SETE DA LIRA UM SO EXISTE O GALPÃO CACILDA DE ASSIS FALECEU A 4 ANOS COM 90 E POUCOS ANOS UMA PARTE DO TERREIRO HOJE E UM LOTEAMENTO MAIS SEUS FILHOS AINDA MORA LA

Ayom Records said...

Caro Anônimo, PELAMORDEDEUS!! Deixe de ser anônimo e nos diga o endereço, o contato!! Precisamos de mais documentos sobre essa entidade!!

REGINALDO said...

SOU VIZINHO DO SEU SETE MORO NOS FUNDO DO CENTRO EM SANTISSIMO MEU MSN E REGINALDOOGLORIA@HOTMAIL.COM

Yan Kaô (Obashanan) said...

Obrigado, Reginaldo, vamos entrar em contato, ok???

reginaldoogloria said...

VENHA LOGO FAZER A MATERIA SOBRE O CENTRO DE SEU SETE DA LIRA PORQUE ESTA QUAZER VIRANDO CINZA TUDO AQUI VEM ENQUANTO E TEMPO

REGINALDO said...

ESTE SAITE FALA DE DE UM CENTRO DE UMBADA QUE ABALOU ESTA NAÇÃO NA DECADA DE 70 FOI UM GRANDE FENONEMO DESTA NAÇÃO EU REGINALDO NEM PODERIA ESTA COMENTANDO NESTE SAITE POR MINHA CRIAÇÃO RELIGIOSA FOI TOTAL MENDE OUTRA MAIS PORQUE EU FAÇO UM COMENTARIO NESTE SAITE É PORQUE AMIGO SEU SETE DA LIRA FOI UM GRANDE ACONTECIMENTO NO BAIRRO DE SANTISSIMO A MINHA INTENÇÃO E QUE TODA HISTÓRIA SEJA RELEMBRADA PRA QUE O BAIRRO DE SANTISSIMO SEJA DE NOVO CONHECIDO COMO UM BAIRRO QUE FICO NA HISTÓRIA OBRIGADO A TODOS QUE ENTRA NESTE SAITE PRA SABE A HISTÓRIA DE SEU SETE DA LIRA ESTA HISTÓRIA FOI REAL ME MANDE IMAIL SE VOCCES QUIZE REGINALDOFERREIRAGUIMARAES@YAHOO.COM.BR NÃO FALOU DE RELIGIÃO FALO DE HISTÓRIA

Anonymous said...

fui frequentador assíduo do terreiro de seu 7 da Lira, ia todos os sábados passar na corrente, era uma maravilha mesmo.eu acho que estava na hora mesmo de alguém fazer uma matéria mesmo, pois depois de 40 anos, fui no centro para lembrar os bons tempos, e fiquei triste em ver tudo abandonado, fui até a lira aonde seu sete trabalhava para o pessoal da mesa.
jc22-rj@hotmail.com

João said...

Venho deixar meu depoimento aproveitando para endossar tudo o que Reginaldo falou, eu por exemplo fui um frequentador assíduo do terreiro ia todos os sabádos a noite passar na corrente e receber uma baforada de marafo " creoula " pois me fazia muito bem, deveria alguem mesmo fazer uma matéria sobre esse grande exu seu 7 rei da lira, pois depois de 40 anos fui ao centro atravez desse meu amigo Reginaldo para visitar e relembrar os bons tempos que eu frequentava esse lindo terreiro e fiquei muito triste em ver tudo abandonado muito cheio de mato inclusive a lira aonde seu 7 trabalhava, pois deveria estar preservado para as pessoas lemb rarem de como era lindo olugar.

Anonymous said...

quanto é esse cd do seu Sete Rei da lyra q amo tanto como amo Audara Maria? Vcs podem me enviar a letra do ponto de Audara Maria muita paz e luz

Consul said...

Olá amigos, meu nome é Consuelo, eu quando era muito pequena, também frequentei o terreiro de Seu Sete, muitas saudades. Não seu se alguns de vcs vão lembrar, mais a minha avô era a Dona Alice, que sempre estáva junto da Mâe Cacilda, para ajudar. Estou fazendo um orkut só homenageando esse terreiro, procure e adicione, vamos manter esse terreiro aceso na história. Beijos Consuelo.
Meu email:Consuelosacosta@yahoo.com.br

Nicolau said...

Oi amigos meu nome é Nicolau Antonio sou neto da dona Cacilda de assis. sou o filho do filho dela mais velho que faleceu no dia 07/07/2010 Evanir Felix de Carvalho,foi enterrado no cemitério de campo grande,realmente tudo esta se acabando, por culpa das filhas dela,tudo que aconreceu vai ficar na historia.
meu email:picapaugt@yahoo.com.br

Anonymous said...

Olá a todos vcs que tem admiração e respeito por DONA Cacilda de Assis.Meu nome é Bárbara de Assis sou neta de D.Cacilda,venho aqui para desfazer as palavras de meu primo Nicolau,acho que ele não soube se expressar bem,temos respeito pelo trab de minha avó e desativamos o centro, que é uma área grde,pois nenhum menbro da família é preparado para manter o centro,por isso o projeto de minha avó ainda em vida era fazer um loteamento se chama SETE DA LIRA,toda parte espiritual como imagens etc estão preservadas em sua casa e isso foi feito pela própria com nossa ajuda,e minha avó faleceu há um ano somente,acho que meu primo Nicolau deve estar ainda desconcertado pela morte de seu pai,que foi cuidado por suas irmãs e sobrinhos qquer pergunta ou dúvida podem me enviar email acns.43@hotmail.com ,a lembrança da minha avó permanece viva em nós e até mesmo em seus vizinhos.abçs

Anonymous said...

Olá pessoal. Gostei muito do trabalho de vocês. Achei muito interessante, pois não conhecia o trabalho de Mãe Cacilda e do Exu Sete Rei da Lira. Se alguém tiver condições, seria interessante postar os vídeos com a participação da médium no Chacrinha e no Flávio Cavalcanti. Agradeço a atenção. Daniel.

Yan Kaô (Obashanan) said...

Caro Daniel, saravá! Já rodamos Ceca e Meca, Eira e Beira e não encontramos nada sobre estes vídeos. Segundo informantes eles ainda existem nos porões das emissoras citadas. Mas...

Se você descobrir, manda pá nóis, ok?

Abraço e saravá!

Adão said...

Olá amigos do Blog
Tive a honra de ser cambono do Seu 7 da Lira por vários anos.Um Exú formidável e de muita luz.Seu 7 não está mais entre nós materializado mas reina em todos os corações que tiveram o privilégio de conhecê-lo.Sou muito feliz por ter conhecido Seu 7 nesta minha encarnação.
SALVE MÃE CACILDA DE ASSIS!!
SALVE SEU 7 O REI DA LIRA !!
Adão.

Luciano said...

Prezado Obashanan, Saravá fraterno!

Que belo artigo! Mostra o quanto devemos respeito à Kimbanda (tão incompreendida), e aos seus Guardiões da Lei na Paralela Passiva, através dos mais variados arquétipos! Você permitiria que eu replicasse essa sua matéria em meu blog? Um abraço!

Yan Kaô (Obashanan) said...

Claro Luciano! Citando as fontes, pode divulgar a vontade, meu velho! Um abraço e Axé!

Anonymous said...

Olá.Sou filha de um Sete da Lira No Rio Grande do Sul, Em Porto Alegre, e fiz um promessa ao meu Pai Rei Sete da Lira, que na primeira oportunidade vou leva -lo ate ao centro de Cacilda de Assis. Por isto venho por meio desta pedir licença, e a localização exata pois sera uma grade honra para nossoPai rei Sete da Lira conhecer o centro de Cacilda de Assis. Para os filhos um grande presente para o nosso Pai. desde já grada. e aguardo.Grande abraço
Cimara

Anonymous said...

Prezada amiga

Meu nome é Adão. Fui frequentador do terreiro de Mãe Cacilda de Assis por quase 40 anos, cambono do Seu 7 da Lira e moro próximo ao antigo terreiro do Seu 7. Informo que após o falecimento de D.Cacilda de Assis, o terreiro foi desativado tendo sua área hoje loteada na qual deu origem a um conjunto habitacional. Loteamento administrado por suas filhas e netas. Não há mais nada referente ao antigo terreiro. Hoje é um terreno particular e residencial , portanto sem acesso .Achei lamentável não ter havido uma continuidade nos trabalhos de tão importante terreiro. Mas Seu 7 continua para sempre em nossos corações.
Um abraço fraterno a vc;

Adão.

Yan Kaô (Obashanan) said...

Olá Adão e demais amigos! Estamos fazendo um trabalho de resgate da história de Cacilda de Assis e do poderoso Exu 7 da Lira. Por favor, quem tiver material, histórias, fotos e materias e revistas, QUALQUER COISA, nos escreva em ayom77@gmail.com . Obrigado!

Axe do Samba said...

Muito axé e saravá!
Temos interesse em obter o CD do Seu Sete Rei da Lira, se tiver em mp3 e poder mandar prá gente, ficaríamos muito agradecidos.
Nosso email: axedsamba@gmail.com

Grato!!

serginho (13) said...

Olá e Axé para todos ! fui frequentador do terreiro de seu Sete da Lira (40anos); era um encanto aquele ambiente de muita energia e luz ; hj vivo em portugal, mas ainda recordo com saudades aquelas noites de corrente; tenho pedido muita ajuda ao seu Sete da Lira , neste momento difícil que passo; com muita fé , ele vai me ajudar , porque ele é muito grande ! Salve seu Sete da Lira .

serginho (13) said...

Olá ! mandei uma grande mensagem, para este blog; não sei a razão , que não foi publicado , fico com pena e triste , porque era uma mensagem muito bonita para o seu Sete da Lira;endereçada a sua neta ... mas , mesmo assim : Salve seu Sete da Lira,que a partir de agora , será o meu Exú, e espero cuidar dele ...

Yan Kaô (Obashanan) said...

Olá, Serginho, por favor nos escreva em ayom77@gmail.com precisamos falar com você urgente. Obrigado!

Renato Sabino said...

Olá eu sou neto do ex cambono do seu sete da lira (josé sabino) meu nome e renato sabino desde pequeno que frequente terreiros de umbanda e a minha tia filha dela hoje minha mãe de santo sempre contou muitas historoa sobre esse exu, e sempre e cantado um ponto muito lindo dele vou citar um.trecho "sou bem feliz seu sete e um grande rei amigo certo das horas incertas, quando ele passar pelo caminhos da glória faz nascer a cinza da vitória e a chama da vitória..." Gostaria de saber se esse pontos consta nesse disco e se você poderia me disponibilizar esse disco. AbraÇos e axe

tamandare verdade said...

axe caros irmaõs filho da fe de do amor do seu sete dalira trago um grande abraço de meu pai leocadio de chango para todos sou de curitiba e fico feliz em estar na cintonia deste caminho de paz amor e luz q deixou nosso exu sete dalira sou mediu a 15 anos e cinto q as coisas de dalira no seu centro tenha ficado num momento de estoria aqui temos muitos seguidores dele e fasemos nossas giras tambem com pontos q falan deste exu de cura e muita luz fraterna gostaria q suas filhas desen continuidade neste trabalho q é um marco para nosso pais grato por tudo um abraço a todos axe montumba. meu msn é alex21_VIDAL@HOTMAIL.COM BJS EM SEUS CORAÇÕES.

Denise said...

FIz as 7 correntes do Seu 7 Rei da Lira, quando tinha 11 anos....Até hoje me lembro e canto alguns pontos, que muita saudade deixou.Por não remasterizam o LP da época e vendem pela internet. Eu compraria. Seu Sete foi um anjo bom que eu conheci e tenho muitas saudades. Sei que ele não se foi. Está no coração e no pensamento de cada um daqueles que iam as suas sessões de caridade. Por favor, coloquem um cd com todas as músicas dele. Já escrevi para o programa Conexão do Roberto Cabrini, para que se possa fazer uma reportagem sobre tudo o que envolve o Seu Sete da Lira.